Webtoon - Lookism ~

No Comments »


Ainda na vibe das webtoons, aqui indico uma ótima pra ler enquanto não saem novos capítulos de Cheese in the trap!

Lookism é uma webtoon de 2015 escrita por Park Tae Jun e com o gênero escolar/fantasia já conquistou muitos fãs, se tornando a mais baixada entre as publicadas de quinta-feira no Naver. A estória fala sobre um adolescente gordinho e feio chamado Park Hyung Seok, que é vítima de bullying na escola. O assédio é tão severo, que ele decide mudar de escola e consequentemente de casa. Um dia ele acorda no corpo de um jovem alto e bonito. A nova escola não é diferente da antiga, porém agora com outra aparência, ele começa a ter uma nova vida. A partir daí ele deve revezar os dois corpos para conciliar trabalho e estudos e Hyung Suk começa a sentir como as pessoas o tratam diferente pelo fato de estar bonito.

Creio que objetivo da toon é criticar a cultura do "Lookism" na sociedade, onde as pessoas são julgadas pela aparência e não pela personalidade. Em uma das cenas, até eu me senti culpada pelo meu 'preconceito', pois o "cara mal" era quem a gente menos esperava (justamente pela aparência!).

O interessante é que Hyung Suk não se acomoda no corpo novo, e decide mudar o antigo, se tornar mais forte, se esforçar mais nas coisas que faz. Isso é bem fofo 




Mesmo com bastante comédia, me emocionei com algumas cenas tocantes e senti raiva de como o bullying é absurdamente ridículo... Ainda mais quando todo mundo sabe e não faz nada!

Pra quem não está familiarizado com o autor, Park Tae Jun é um dos "ulzzang legends" e tem muitas fãs devido suas aparições em programas de entretenimento no passado. Ele já participou do Ulzzang Shi Dae e também já teve um reality show onde ele e dois amigos, também ulzzangs, se preparavam para debutar. O boy até já teve escândalo com idols de kpop (mas não vou comentar aqui, porque não vem ao caso HAHAHA)
Tae Jun também é dono e modelo na loja online Aboki (tem bastante coisa legal pra moda masculina, vale a pena conferir). E o melhor, ele é bem bonitinho lol


O mais interessante da toon é que os looks dos personagens são baseados em 'pessoas reais'. Temos personagens que se parecem com outros ulzzangs, modelos de lojas virtuais, com os rappers Vasco e o Jay Park e até com o G-Dragon! 
Engraçado que você se apaixona pelos personagens na toon e pelas versões "reais" deles! lol 
Os caras são tão gatos que cada vez que eu ia procurar as imagens, ficava umas duas horas olhando as fotos.

Veja alguns dos principais:

Esquerda - Personagem real | Direita - Personagem na webtoon

Modelo Park Hyung Suk - Park Hyung Suk

Modelo Lee Jin Sung - Kim Jin Sung
Modelo Jang Hyun - Jae Yeol
Rapper Vasco - Vasco
Rapper Jay Park - Bum Jae

Tae Jun me surpreendeu muito com o talento que ele tem para escrever e desenhar. O jeito que ele integra as roupas da loja, com o desenho da toon é de longe, uma das melhores estratégias de venda que já vi. 'Lookism' tem até OST, que é cantada por Park Hyung Seok, modelo em que ele baseou o personagem principal.




Outra coisa que gosto muito é que ele retrata bem a cultura jovem coreana High school - college e tendências de moda, música, lifestyle. Ele mostra desde a preocupação dos estudantes em ir bem nas provas, até lugares que frequentam (bares, karaokê) e sites que acessam (AfreekaTV).




Você pode encontrar com legendas em inglês pelo site KobatoChanDaisuki.

A dose de romance, bromance, comédia e drama é na medida certa! Agora é ter esperança de um dia, quem sabe, virar drama também.

Espero que gostem!

Bon Voyage~

~~~
Ouvindo: Winner - Sentimental (ando viciada nessa!)

Webtoon e Drama | Cheese in the Trap - 치즈인더트랩 ~

1 Comment »



Quem me conhece, sabe que recentemente estou muito muito viciada em Cheese in The Trap. Eu, que normalmente não costumo ficar obcecada assim com uma estória desde Nana, fui conquistada por esse manhwa.
Vou tentar fazer esse review sem dar muitos spoilers do que irá acontecer. Tenha em mente que ainda não li todos os capítulos disponíveis da webtoon (que agora está no pay-per-view do Naver), e o drama também nem chegou na metade. Eu iria esperar terminar tudo, mas preciso aliviar essa frustração de ter ninguém para surtar junto haha >.<

O drama foi 100% pré escrito e as gravações já estão finalizadas! A  curiosidade está me matando 

Cheese in the Trap é uma webtoon da cartunista Soonkki e começou a ser publicada no portal Naver em 2010. A estória possui 4 temporadas de aproximadamente 60 capítulos cada uma. Atualmente, a autora está no capítulo 20 da quarta temporada (que ela afirmou que será a final!). Então só para deixar claro, a toon também não está terminada ainda (porque se estivesse, eu já iria atrás de todos os spoilers haha).





Basicamente, temos Hong Seol, uma universitária comum que trabalha duro e estuda muito para manter sua bolsa de estudos. Ela volta para a faculdade depois de pausar um semestre e encontra Yoo Jung, um sunbae rico, bonito, bem vestido, sonho de consumo das garotas e amado por todo mundo, pois tem uma personalidade amável, ajuda as pessoas com dúvidas nas matérias e paga os roles. Mas por trás de toda essa fachada perfeita, Jung tem um lado frio, calculista e manipulador que poucas pessoas conhecem e logo de primeira, Seol o percebe.

No começo, Yoo Jung a trata mal (de forma indireta, manipulando as pessoas ou a provocando apenas quando estão os dois juntos), mas no ano seguinte ele começa a se aproximar dela e a ajuda-la e finalmente começam a sair.
No princípio, você fica: "o que ele quer?", "o que ele está tramando?", mas logo depois, há cenas tão fofas que você acha que é Seol que está sendo paranoica. Até perceber que não era isso, ou será que era?

Em meio ao romance deles, notamos que apesar serem de "mundos diferentes", eles têm mais em comum do que imaginávamos. Descobrir essa relação na perspectiva dos dois, acompanhando o pensamento deles é muito legal.



Depois de toda essa explicação, você espera o de sempre: eles se apaixonam, ele percebe os erros, não faz mais isso, vivem felizes para sempre. Mas não em Cheese! Até agora, Jung não deu sinal que irá mudar sua personalidade ~meio sociopata~ e não tenho ideia de como essa estória irá desenvolver. 

Claro que não há romances sem o second-lead e assim temos, o perfeito Baek In Ho (ok, não tão perfeito assim), que é um amigo de infância de Jung e que conhece a fundo sua personalidade. Os dois têm um ressentimento do passado, que ainda não foi explicado completamente. Baek In Ho se aproxima de Seol e eles ficam amigos, o que irrita muito Yoo Jung. 

UUUURGH ESSE SORRISO <3


Se me perguntarem qual é meu ship, dou all in Seol-InHo.


Tem também um casal secundário, de amigos da Hong Seol que são tãaao fofos! Gostaria que houvesse mais partes do relacionamento dos dois desenvolvendo. 

Bora e Eun Taek

Cheese tem aquele tipo de enredo que te faz pensar e esperar ansiosamente pelo próximo capítulo!

Misture um pouco de romance, um pouco de slice of life, comédia e muuito mistério e pronto, isso é Cheese in the trap!
O legal, é que além dos protagonistas, a toon desenvolve muito bem os personagens secundários, que acabam sendo tão interessantes quanto o casal principal. No começo o sistema de flashbacks parece um pouco confuso, mas quando você se acostuma, é ótimo pois nos dá uma percepção melhor da realidade no presente.
Outra coisa que eu gosto muito é que o manhwa também mostra o pensamento dos personagens, o que eles pretendem fazer, qual o senso de realidade deles, o que de certa forma te faz compreender (não justificar) os motivos que resultaram naquelas ações. Em um ou outro momento, você acaba se identificando com alguns aspectos seja dos "mocinhos" ou dos "vilões".

"'Você está indo bem' - essas eram as palavras que eu realmente gostaria de ouvir de alguém pelo menos uma vez."

Hong Seol

Hong Seol é nossa heroína, pois fala o que vem a mente e gosta de deixar as coisas esclarecidas. Ela é independente, esforçada e tem tantas preocupações, que o romance fica para segundo plano em sua vida. Acho que ela retrata um pouco as preocupações da maioria dos leitores em relação à vida familiar, emprego e futuro.

Comparado à webtoon, o drama move super rápido, pula várias partes e outras são explicadas de forma curta em flashbacks, o que é completamente normal, uma vez que a adaptação precisa acontecer. Para mim, cinematografia, fotografia, styling, direção, atuação, trilhas sonoras, está tudo perfeito e faz com que um drama de praticamente 1 hora passe como se fosse 15 minutos. Além disso, os personagens da toon estão 100% em sincronia com os do drama.


PERSONAGENS

Sinto como se os personagens tivessem saído da webtoon, exatamente como são. Tanto em relação à atuação quanto a aparência!



A webtoon vale a pena para entender melhor os acontecimentos. Também na webtoon, demora um pouco para compreendermos o porquê de Jung pensar e agir daquela forma, já no drama rapidamente conseguimos captar e até ter um pouco de dó dele.

Se eu fosse designar um gênero para Cheese in The Trap seria romance/suspense. Apesar de saber o que irá acontecer, você ainda fica animado e curioso. As cenas principalmente com o Yoo Jung sunbae são de arrepiar, realmente assustadoras ás vezes.
Quanto a isso, Park Hae Jin está fazendo um excelente trabalho. Aquele olhar frio de psicopata que ele tem em "Bad Guys" (um drama onde ele interpreta um serial killer) é de dar medo na maioria das cenas.

Pra quem gosta de moda, o drama mostra bem o usual casual/streetwear coreano. Normalmente estamos acostumados a considerar moda idol como padrão de korean fashion, e o drama apresenta o estilo mais usado entre o público jovem, principalmente estudantes.


A estória é completamente diferente dos outros shoujos/josei que eu estava acostumada. Todos os personagens têm suas particularidades de forma que te envolve, principalmente os principais!
Confesso que como fã da webtoon, estava um pouco preocupada com a notícia de que sairia o drama, mas fui muito surpreendida, porque está super legal! Mal vejo a hora de chegar segunda feira (LOL)
No fim, escrevi muito e sinto que ainda não passei todo meu amor que tenho pela série.

Se você ficou um pouquinho curioso pra acompanhar, você pode ler a toon pelo app ou pelo site do Line Webtoon ou pelo site do Naver com a tradução pelo OddSquad. (tudo em inglês!)
Procurei muito pela net e achei legendado em português também (yay! Me agradeçam! haha). O pessoal do site Toshi wa Yume ja está no capítulo 82 :)

Dica para quem for ler: as partes com o fundo branco são do presente, as partes com fundo preto/escuro e também em preto e branco, são do passado.

Ah, deixo também o trailer do drama, para que comecem logo porque está demais!!



Espero que gostem, e que voltem pra me contar se gostaram :)

Bon Voyage ~

~~~



PS: Achei essa foto linda demais, vou deixá-la aqui enfeitando o blog HAHAHA!






Movie Review: My Brilliant Life - 두근두근 내 인생 ~

No Comments »

Voltei!




Esse filme foi de longe um dos melhores que vi em anos! Confesso que simplesmente baixei pelo Kang Dong Won que é um dos meus atores coreanos favoritos. Peguei para assistir sem saber da sinopse e quando me dei por conta, estava chorando litros. Assisti de madrugada e chorei tanto que acordei o dia seguinte com a cara inchada (hahaha!)




A estória é baseada num livro chamado 두근두근 인생 ("Doogeundoogeun Nae Insaeng"), onde um casal de jovens de apenas 17 anos descobre que vão ter um filho e apesar das dificuldades continuam juntos. Dessa união nasce um menino chamado Ah Reum, que tem uma rara doença chamada progeria, cujos pacientes apresentam um rápido envelhecimento. Assim, temos Ah Reum com 16 anos de idade, porém com a aparência de um velho senhor. Além da aparência, o menino também apresenta inúmeras doenças geriátricas. 


Logo de início, sabemos que a morte dele está iminente uma vez que pessoas com essa doença vivem em média 10 anos e o menino já está com 16. Apesar de saber que vamos nos afogar em lágrimas no fim, o filme é bem bonito e possui muitas cenas cômicas.
O sonho de Ah Reum é ser escritor e ele possui um roteiro das histórias contadas pelos pais de como eles se conheceram. Acho que justamente por esse sonho do menino, as palavras que ele usa para descrever as experiências que ele passa são super bonitas e sensíveis.


Suh Ha: "Ah Reum, quando você sente que quer viver mais tempo?"


Ah Reum: "...Quando eu vejo as nuvens felpudas no céu azul.
Quando ouço o riso das crianças, eu quero viver.
Em um dia claro, quando eu sinto o cheiro das roupas que minha mãe lavou.
Quando eu vejo o dono da loja do bairro chorando como uma menina enquanto assiste dramas.
Quando eu ouço uma avó chamando seus netos para almoçar.
Quando minha mãe espirra água fria nas costas do papai no verão.
Quando eu vejo Vênus após o pôr do sol com o meu pai.
Quando eu vejo as luzes de aviões piscando em seus vôos noturnos, eu quero viver quando vejo essas coisas."


Devido à doença, ele nunca foi à escola e não possui amigos, com exceção do vizinho idoso que cuida do pai, o Sr. Jang. Mesmo com a diferença de idade, a amizade dos dois é bem legal de ver, pois o Sr. Jang não o trata de forma diferente.

Ah Reum começa a trocar emails com uma menina, também doente, e é de cortar o coração. Em seus sonhos, ele tem imagem de ser um adolescente "normal" e se imagina nadando, passeando, namorando essa menina, até acordar e se ver novamente em uma cama de hospital.

O mais bonito é o esforço dos pais para cuidar de Ah Reum como uma pessoa normal. Em uma das cenas, ele se sente incomodado pelas pessoas o encararem na rua e é consolado pela mãe, que diz ele não fez nada de errado, ele só está doente. Em outra ocasião, o pai, ex lutador de taekwondo, luta com colegiais que estavam bulinando o filho. O mix de drama e comédia é heartwarming.




O filme é emocionante, é um must watch se você procura algo simples e que te cause uma grande impressão, algo que te faça refletir e aprender sobre a vida.

A atuação de todos estava completamente impecável. Jo Sung Mok, o ator de Ah Reum tinha apenas 13 anos durante as gravações e foi muito bem. Song Hye Gyo e Kang Dong Won não necessitam mais explicações. A beleza do casal brilha através do personagem, realmente, eles são muito muito lindos e o “satoori” dos dois é muito charmoso.




Trailer:

Deixo então essa indicação para vocês :)

Bon Voyage ~

~~~

Movie Review: The Ex Files - 前任攻略 ~

No Comments »



Esses dias vagando na internet, achei um trailer de um filme com o Lay (Zhang Yixing), membro do EXO. Porém, era uma sequência de outro e achei melhor ver o primeiro da série. Assim cheguei em "The Ex Files", um filme chinês de 2014 estrelado por Hangeng (ex integrante do Super Junior).

Nesta comédia romântica, Meng Yun (Hangeng) é solteirão e empresário de sucesso que aos 31 anos, percebe que não é mais tão jovem assim e possui um passado cheio de relacionamentos com mulheres com diferentes personalidades. No casamento de uma de suas ex-namoradas, conhece a bela Xia Lu (interpretado por Helen Yao) e acabam se apaixonando.



O filme foca neste relacionamento dos dois enquanto acabam encontrando seus respectivos antigos amores. Meng Yun apesar de bem fofo, é o típico womanizer. Sai com os amigos, teve inúmeras mulheres e não vê nenhum problema continuar mantendo contato com todas elas. Já Xia Lu possui um ex-namorado coreano, Park Eun Ho (interpretado pelo querido Lee Sang Yeob) que é o pacote completo: bonito, rico, engraçado e ainda apaixonado por ela.


Como citado no filme, Xia Lu se incomoda com a quantidade de ex de seu atual namorado e Meng Yun, com a 'qualidade' do ex dela.
Pra piorar, Meng Yun é amigo há 14 anos e sócio de Luo Qian, uma carrer woman. Eles nunca namoraram, mas têm uma "crush secreta" um pelo outro, que acaba dificultando as coisas no decorrer do filme. Luo Qian possui um namorado mais velho e super bem sucedido, que apesar de eu achar que ele iria atrapalhar tudo, ele se mostra bem fofo e maduro depois de alguns acontecimentos.


O final é bem interessante, gostei muito porque me surpreendeu e pra variar, mais um casal na minha lista de "Shipps Errados". 

A parte ruim (mas nem tanto) é que você consegue se envolver e compreender o ponto de vista de cada um dos personagens principais e fiquei ansiosa pra ver como eles iriam lidar com os empecilhos gerado pelos antigos amores. 
A melhor parte, é que ele deixa bem claro que uma das razões dos problemas no relacionamento dos dois não são os ex-namoradxs, mas sim a imaturidade deles e falta de confiança um no outro, o que gostei bastante. 

A relação dela com Park Eun Ho é de cortar o coração. Mesmo ele sendo bem bobão as vezes, o amor dele era sincero e a protagonista era muito egoísta pra enxergar isso.

ai, não chora T______T
Xia Lu: "Eu só gosto do sentimento de ser amada por você. 
Na verdade eu não gosto de você."
Park Eun Ho: "Eu sei disso. Eu entendo."

Na verdade, o filme não é nada demais. Acaba sendo bem clichê, mas mesmo assim é leve e divertido. Ele coloca a quantidade necessária de drama, romance e comédia para deixar o expectador interessado e possui muitas cenas fofas.

Deixo o trailer pra vocês:



Se assistirem, me contem o que acharam :)

Espero voltar em breve com o review de "The Ex Files 2".

Bon Voyage ~

~~~

Movie Review: When a wolf falls in love with a sheep ~

No Comments »

Hey ~ 

Voltei com um filme bem legal e levinho pra assistir num feriado chuvoso como hoje!


“Sou como um estudante que estudou o livro-texto errado,
 sentado na sala de aula, esperando a resposta cair do céu.”

When a wolf falls in love with a sheep é a típica comédia romântica taiwanesa com alguns elementos non sense que te faz colar na tela da TV e assistir sem ver o tempo passar. O filme conta sobre o garoto Tung (interpretado por Kai Ko) que é abandonado pela namorada Ying e resolve morar e trabalhar na rua em que ela estudava, “Nanyang” a rua dos cursinhos, com a esperança que pudesse reencontra-la algum dia.

Ele começa a trabalhar em uma loja de xerox, que copia as provas dos cursinhos daquela rua. Um dia, é obrigado a limpar os armários antigos dessa escola e encontra diversos objetos abandonados (assim como ele), e resolve devolvê-los. Em sua cabeça, quando os proprietários virem as coisas que deixaram para trás, lembrarão das boas memórias e talvez sintam necessidade delas novamente, assim como ele espera que Ying se sinta no dia que se reencontrarem.

No cursinho, ele conhece Yang, uma garota que costuma desenhar uma ovelha com mensagens de motivação nos cantos das provas, porém nunca foi respondida pelos alunos. Até que acidentalmente, Tung desenha um lobo respondendo a ovelha na prova que ele xerocou e os desenhos acabam virando um “meme” no facebook e um hit entre os alunos.

O filme acompanha o desenrolar da história dos dois se conhecendo e outros acontecimentos que acontecem na rua Nanyang.

Confira o trailer:


Padre “ — Ás vezes penso no meu cachorro. O quanto desejo que ele não fosse tão bom... Ele deveria ter me deixado mais cedo.”
Kai Ko “—Mas nesse caso, você não teria parado de beber. Não teria se tornado um padre.”
Padre “—Mas ele estaria vivo...e mais feliz.”

De forma bem sutil, o filme me fez refletir sobre nossas escolhas: se o fato de ser abandonado (ou abandonar) nos dá oportunidade de sermos mais felizes no futuro. As vezes achamos que coisas ruins acontecem e sentimos que ficamos para trás, porém pode ser o início de algo melhor que ainda está para acontecer.

Refletimos também sobre deixarmos as coisas do passado pra trás e dar um passo a frente. O cachorro do padre, o cachorro “Campeão”, a tia do arroz-doce, o bonitão do arroz frito, ele e Yang, todos de certa forma foram abandonados, porém encontraram novos companheiros, um caminho alternativo para a felicidade.

Além disso, ele fala sobre nos esforçarmos para trabalhar duro com as coisas que desejamos e sempre tentar, porém nos dar um limite de tempo para superar algumas coisas que não dão certo. Para Yang, contar até 100 era suficiente.

Lembro que essa reflexão pode ser coisa da minha cabeça, que tenta achar um significado profundo em tudo que vejo HAHAHA

Rapidamente, nos envolvemos com o romance e as histórias da rua dos cursinhos. O diretor usou técnicas de fotografias em stop motion e animou os desenhos da prova de forma tão fofa, o que dá um aspecto mágico ao filme.


“Ainda sou o estudante que estudou o livro errado, mas aprendi uma coisa. A resposta cai do céu, mas com a condição que, você tem que atirar na resposta que está no céu em primeiro lugar.”

Assisti com legenda do Banzai Dramas e espero que gostem do filme tanto quanto eu!

Bon Voyage ~

~~~

Guess who's back?

No Comments »

Voltei!

Depois de mais um ano sem postar nada, voltei pra tirar o pó desse blog.
Foram acontecendo diversas coisas na minha vida e acabei deixando isso aqui um pouco de lado. Trabalho, academia, faculdade, shows de kpop (hehe), entre outras muitas coisas acabaram virando prioridades e infelizmente fiquei sem tempo para escrever.

Não sei se já falei da KoreaIn Magazine por aqui, mas é um projeto onde invisto praticamente 200% do meu tempo ultimamente. É uma revista brasileira voltada para o público fã de cultura coreana, e não somente kpop. Logo traremos a próxima edição e estamos nos esforçando pra variar um pouco o conteúdo.
Quem gostar, e puder curtir a page, vou deixar o endereço aqui

Outra coisa que ando muito animada pra falar é sobre comida! Junto a K-IN em parceria ao SarangInGayo, surgiu uma oportunidade de mostrar um pouco da culinária coreana e brincar com as receitas, pra que todo mundo consiga fazer com ingredientes fáceis de encontrar. Depois me contem o que acharam e se tiver alguma receita que gostariam de aprender, só avisar!




A boa notícia é que pude experimentar outras coisas, explorar outros mundos e agora trazer essas experiências pro My Wonderful Voyage. Nesse meio tempo, redescobri minha paixão por gastronomia. Tem mais milhares de coisas que pude fazer e que quero falar por aqui, mas o tempo vai permitir que nos conheçamos melhor, certo?


Bom, por enquanto é só isso!

Espero que gostem e possam me acompanhar nessa nova fase do blog.

Bon Voyage ~

~~~

Ouvindo HyukOh - Wi Ing Wi Ing

Movie Review: Tiny Times 1 e 2 ~ 小时代

6 Comments »

Fim de ano é excelente também para curtir um filme embaixo das cobertas, deitada no sofá.

Há tempos que eu queria falar desse filme!



Tiny Times é baseado na sequência de 4 livros de mesmo nome do autor Guo Jing Ming (que também dirigiu os filmes). Guo Jing Ming, no auge dos seus 30 anos é um dos escritores mais ricos da China e apesar de três de seus livros terem vendido mais de 1 milhão de cópias cada, ele foi votado por três anos consecutivos como a celebridade mais odiada do país.



O fato é, os dois primeiros filmes da sequência que foram lançados em 2013 faturaram cerca de
US$ 100 milhões nas três primeiras semanas de lançamento, superando o sucesso de "O Homem de Ferro" e se tornando os campeões de bilheteria no país.



O filme é uma mistura de Gossip Girl com O Diabo Veste Prada e Sex in the City (mas sem sexo).
Conta a história de 4 jovens morando em Xangai e fala sobre amizade, decepções amorosas, relacionamentos, etc.
Na verdade, tem um enredo no estilo shoujo-manga, mas com mulheres independentes, ricas, belas e bem vestidas e homens fofos, lindos e o melhor, bem vestidos também.
Os personagens, no meio do caminho, vão se descobrindo, mudando suas perspectivas de vida e amadurecendo.



Na verdade, acho que somente essa pequena sinopse não faz jus aos encantos da produção (na minha humilde opinião).
Sem querer dar muito spoilers, o primeiro filme conta a história das 4 melhores amigas que frequentam a mesma universidade enquanto uma delas tenta um estágio numa prestigiada revista de moda e acaba entrando num mundo completamente diferente, de desfiles, roupas caras, salto altos e um chefe LINDO!

Rhydian Vaughan, o chefe LINDO

Já na continuação da série, elas já estão mais maduras, e elas passam por uma trama com morte, traição, câncer, casamento arranjado, brigas, conflitos na amizade e mais todo o tipo de drama.



Tanto o livro quanto o filme fazem questão de enfatizar o luxo.
 O filme é cheio de Ferragamo, Louis Vuitton, Dior, Armani, Prada, Marc Jacobs, Valentino, Christian Louboutin, BMW, Bentley, Apple, Chanel e tudo mais que eu adoro.
Entre as ostentações, um cobertor de US$ 2.800 e o meu favorito, o guarda chuva de caveira de Alexander McQueen de aproximadamente 350£.




Ponto Alto:

O elenco é formado por grandes nomes do cinema taiwanes/chinês como Yang Mi, Amber Kuo, Haden Kuo, Xie Yilin, Ko Chen-Tung, entre outros, e os atores são puro eye candy!





 Nos dois filmes, a trilha sonora é INCRÍVEL. Completamente lindas, as músicas nos envolvem com a cena, realmente foi um dos 'highlights' da produção.
Aqui uma das músicas mais lindas da OST:
 



Ponto baixo: 
 Algumas cenas nos deixam a desejar, ficaram mal explicadas.


As críticas na China foram enormes devido ao fato do filme engrandecer o materialismo, o capitalismo e o feminismo. E isso mostra como a sociedade e a cultura jovem na conservadora China está mudando aos poucos.
Gostando ou não, o terceiro filme está previsto para ser lançado no verão de 2014.



 Deixo aqui, uma rápida queixa em relação á Cube Entertainment, que não debutou o lindo do Chen Xuedong, que foi trainee na Coréia em 2011. Meu lado fangirl não me deixa não idolatrar esse querido



Se eu pudesse, ficaria falando horas e horas desse filme, pois é o tipo de obra que me deixa fantasiando com a vida haha.
Infelizmente, só o encontrei os filmes com legendas em inglês, mas assim que eu achar em português, atualizo essa postagem.

Alguém aqui já assistiu? Se não, corre assistir e me contem o que acharam!

Beijos e abraços